Balanço de 2017 do IASP mostra aumento de eventos com nova unidade na Paulista

8 de agosto de 2018
Avocar Comunicação

Apresentado na Assembleia Geral Ordinária de 2018, relatório de atividades confirma presença de associados e benefícios da nova unidade

Foram 45 eventos como cafés da manhã, debates e palestras com a participação de 1723 pessoas, 54 reuniões de comissões de estudo, 20 reuniões de Diretoria e Conselho, 8 reuniões do CNA (Conselho Nacional de Advocacia), 3 eventos internacionais, 21 livros lançados e 8 reuniões-almoços com a presença de 928 pessoas.

Pelos números, não há dúvida de que houve um conjunto intenso de atividades no IASP (Instituto dos Advogados de São Paulo) em 2017. Esses ótimos resultados aconteceram, em boa parte, por causa da mais importante ação do instituto no ano passado, que foi a inauguração da unidade Paulista.

“A nova unidade ajudou a trazer cada vez mais o associado e os profissionais, em geral, para o Iasp”, comemora o presidente do instituto, José Horácio Ribeiro.

Reunidos pelo diretor-administrativo Milton Flávio de A.C. Lautenschläger, os números foram apresentados pelo diretor cultural Diogo L. Machado Melo na reunião de Conselho de junho. Para saber mais sobre a reunião, clique aqui.

Foram destacados também os eventos internacionais que contaram com a participação do instituto, tais como o V Congresso Luso Brasileiro (Portugal); Metodologia da Universidade de Sorbonne (França) e Extensão Direito Penal Econômico na Universidade Pompeu Fabra- Barcelona (Espanha).

Em 2107, o IASP também iniciou uma parceria com a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, com a adoção afetiva da Escola Barão de Ramalho (nome do fundador do instituto), no bairro da Penha. Trabalhando com alunos do 9º ano do ensino fundamental, o projeto discutiu o tema da violência, que foi escolhido pelos próprios estudantes. Este ano, o projeto está sendo ampliado.

E a Editora IASP teve um ano profícuo, com 21 títulos lançados em eventos ocorridos na Livraria Cultura, nas unidades Paulista e Centro, no Tribunal de Justiça de São Paulo e na XXIII Conferência Nacional da Advocacia.

Houve também mais uma versão do Prêmio Esther de Figueiredo Ferraz, que laureia monografias de profissionais e estudantes de Direito, em parceria com o CIEE – Centro de Integração Empresa Escola. Em 2017, o tema foi “Reformas Estruturais e os Direitos Fundamentais”.

Por fim, o curso de capacitação de conciliadores e mediadores, da Escola Paulista de Advocacia, continuou a todo vapor, formando mais cinco turmas.

Enfim, 2017 foi um ano extremamente frutífero para o IASPe associados. A intenção da diretoria é ampliar ainda mais os resultados neste ano.

Luís Indriunas