Com 48 títulos no catálogo, Editora lASP se consolida preenchendo lacunas do mercado editorial

21 de dezembro de 2018

Por Avocar Comunicação

Criada na primeira gestão do presidente do IASP, José Horácio Ribeiro, editora tem a missão de divulgar o pensamento jurídico a partir de temas contemporâneos no espaço deixado pelas editoras comerciais

Concomitantemente ao lançamento da Revista do Instituto dos Advogados de São Paulo, número 34, em comemoração aos 140 anos de sua existência, o presidente José Horácio Halfeld Rezende Ribeiro funda a Editora IASP.

De 29 de novembro de 2014 para cá, a Editora IASP tem crescido constantemente e consolidou-se a partir de 2017. Cerca de 70% dos seus títulos foram lançados nos últimos dois anos, num esforço da diretoria do IASP, com destaque para o diretor de comunicação do Instituto, Alexandre Jamal.

“Voltadas mais para o lucro do que para a disseminação do conhecimento, as editoras deixaram de apostar em temas jurídicos e o IASP, cuja missão é disseminar esse conhecimento, não poderia se eximir desse trabalho”, afirma o presidente do Instituto. Enquanto as editoras têm se limitado à publicação de manuais e material didático para concurso público, a Editora tem procurado trabalhar questões de ponta para o Direito.

No IASP, as publicações têm diversas origens: ao mesmo tempo que trazem para o catálogo e para dentro do Instituto teses de doutorado, pós-doutorado e dissertações de mestrado aprovadas e recomendadas pelas mais conceituadas faculdades e universidades, leva ao público o material produzido após intensos debates, pelas comissões de estudos da casa.

Há tanto obras que tratam de temas mais tradicionais, e que são mais procuradas pelos leitores, como produções mais sintonizadas com demandas recentes .

A prioridade da Editora IASP são obras que dialogam com interesses gerais e com o momento político brasileiro. Por isso, os temas vão desde o Direito Digital até a Constituição brasileira.

Meio Digital

Um fator que também ajudou a impulsionar a editora foi a mudança na distribuição. Graças a parcerias com distribuidoras especializadas, feitas de um ano e meio para cá, as obras passaram a chegar a mais lojas físicas, em vários pontos do Brasil. Há também os livreiros, que levam o catálogo a escritórios de advocacia.

Pela internet, porém, já é possível comprar e receber a encomenda em qualquer cidade do país. Todos os livros da editora IASP também podem ser consultados na Biblioteca Arnoldo Wald.

Alguns títulos já estão disponíveis na versão digital, como “Hélio Bicudo - Símbolo dos Direitos Humanos” e “Cartilha de Compliance”. Ambos podem ser baixados gratuitamente. Para o próximo ano, a intenção é que todos os novos títulos saiam com a versão digital como opção.

No início de 2019, deve ser lançado o primeiro livro da série sobre Direito Comercial. Três volumes estão prontos e o quarto está encaminhado.

Outro projeto é o relançamento de obras clássicas de autores consagrados, dos anos 1940, 1950 e 1960, atualizadas de acordo com a legislação em vigor. A intenção é que esse trabalho seja feito pelas comissões de estudo, mantendo o texto original, mas anotando o que foi modificado, para facilitar a consulta.

Monografias

Entre as publicações da editora, estão as obras do Prêmio Esther de Figueiredo Ferraz, que, desde 2015, promove um concurso de monografias voltadas tanto para estudantes quanto a profissionais. Todo ano o IASP lança um tema e os dois melhores trabalhos são publicados pela editora e lançados durante o tradicional evento de aniversário do Instituto, em novembro, no Palácio da Justiça. A iniciativa é uma parceria do IASP com o Centro de Integração Empresa Escola (CIEE).

Em consonância com os objetivos do IASP e da editora, os temas do concurso, até o momento, foram: Controle Jurisdicional de Políticas Públicas, Aspectos Penais Controversos da Colaboração Premiada, Reformas Estruturais e os Direitos Fundamentais e Avanços e Retrocessos nos 30 anos da Constituição Federal.

Para conhecer e comprar as publicações da Editora IASP, clique aqui.

Livros publicados até dezembro de 2018

“A censura: Magistratura Moral da República Romana” - Acacio Vaz de Lima Filho

“A Indignidade no Direito aos Alimentos” - Fabiana Domingues Cardoso

“A Internet no Banco dos Réus” - Dennys Antonialli, Francisco Brito Cruz e Mariana Giorgetti Valente

“A Lei Anticorrupção e o Direito Administrativo Sancionador” - Fernando Rissoli Lobo Filho

“Ativismo Judicial Disfuncional nos Contratos” - Milton Flávio de A. C. Lautenschläger

“Centenário: José Geraldo Rodrigues Alckmin” - Ricardo Lewandowski, Arnoldo Wald, Ives Gandra da Silva Martins e José Horácio Halfeld Rezende Ribeiro (Coord.)

“Concurso de Monografias 2015 - Controle jurisdicional de políticas públicas”

“Concurso de Monografias 2016 - Aspectos penais controversos da colaboração premiada”

“Concurso de Monografias 2017 - Reformas estruturais e os direitos fundamentais”

“Concurso de Monografias 2018 - Avanços e retrocessos nos 30 anos da Constituição Federal”

“Constituição, Pós-modernidade e Neoconstitucionalismo: A Nova Ordem Constitucional em Comemoração aos Trinta anos da Constituição Federal de 1988” - Paulo Hamilton Siqueira Jr

“Direito ao Esquecimento” - Luciana de Paula Assis Ferriani

“Direito e Liberdade” - Sergio Ferraz (Coord.)

“Direito Empresarial: Estudos em homenagem ao Professor Haroldo Malheiros Duclerc Verçosa” - Rachel Sztajn, Marcos Paulo de Almeida Salles e Tarcisio Teixeira (Coord.)

“Direito, Economia e Política: Ives Gandra, 80 Anos do Humanista” - José Horácio Halfeld Rezande Ribeiro e Ruy Martins Altenfelder Silva (Coord.)

“Do Controle da Administração Pública” - Amauri Feres Saad

“Estatuto Fundiário Brasileiro: Comentários à Lei 13465/17”

“Garantias das Obrigações” - Fábio Rocha Pinto e Silva

“Gestação de Substituição” - Diogo Leonardo Machado de Melo

“Instituições de Direito Romano” - Silvio Meira

“Liberdade de Informação” - Ciro Torres Freitas

“Manual de Processo Penal” - José Carlos Gonçalves de Aquino e José Renato Nalini

“Manual de Tutela à Privacidade na Internet: Medidas Protetivas e Responsabilidades” - Caio Miachon Tenório

“Neutralidade da Rede: A Regulação da Internet no Brasil” - Pedro Henrique Soares Ramos

“O Futuro da Justiça” - Eduardo Vera-Cruz Pinto

“O Novo Código de Ética da Advocacia” (Colégio de Presidentes) - José Horácio Halfeld Rezende Ribeiro (Coord.)

“O Sigilo Bancário e a Jurisprudência do STF” - Tânia Nigri

“Os Grandes Temas de Direito Civil nos 15 Anos do Código Civil” - Mário Luiz Delgado e Jones Figueirêdo Alves (Coord.)

“Papéis e Responsabilidades do Jurídico Corporativo” - Marcelo Lucon e Eduardo Augusto Alckmin Jacob (Coord.)

“Paradigmas para a Interpretação dos Contratos Complexos” - Susete Gomes

“Princípios, Cláusulas Gerais e Conceitos Jurídicos Indeterminados nos Institutos de Direito Privado” - Alexandre Jamal Batista (Coord.)

“Processo Sancionador” - Carlos Henrique Abrão et al.

“Provas no novo CPC” - Pedro da Silva Dinamarco, Rodrigo Matheus, Rogério Lauria Marçal Tucci e José Luís Zaratin Lotufo (Coord.)

“Responsabilidade Patrimonial e Mínimo Existencial” - Adriano Ferriani

“Temas de Direito da Insolvência: Estudos em Homenagem ao Professor Manoel Justino Bezerra Filho” - Ivo Waisberg e José Horácio Halfeld Rezende Ribeiro (Coord.)

“Temas de Direito Imobiliário - Tomo 1” - Everaldo Augusto Cambler, Alexandre Jamal Batista e André Cordelli Alves (Coord.)

“Temas de Direito Imobiliário - Tomo 2” - Everaldo Augusto Cambler, Alexandre Jamal Batista e André Cordelli Alves (Coord.)

“Teoria Crítica da Empresa” - Ivanildo Figueiredo

“Tributação Brasileira em Evolução: Estudos em Homenagem ao Professor Alcides Jorge Costa” - Raquel Elita Alves Preto (Coord.)

Periódicos

“Revista de Mídia e Entretenimento 1” - jan./jun. 2015

Fábio de Sá Cesnik e José Carlos Magalhães Teixeira Filho (Coord.)

“Revista de Mídia e Entretenimento 2” - jul./dez. 2015

Fábio de Sá Cesnik e José Carlos Magalhães Teixeira Filho (Coord.)

“Revista de Mídia e Entretenimento 3” - jan./dez. 2016

Fábio de Sá Cesnik e José Carlos Magalhães Teixeira Filho (Coord.)

Não comercializados

“Impeachment - Instrumento da Democracia” - Ives Gandra da Silva Martins, Dircêo Torrecillas Ramos, José Horácio Halfeld Rezende Ribeiro, Mayr Fodoy e Sérgio Ferraz (Coord.)

“Novo Código de Processo Civil”

“Reforma Política” - José Horácio Halfeld Rezende Ribeiro (Coord.)

“Cartilha de Compliance” - Rogéria Paula Borges Gieremek (Coord.)

“O Novo Processo Civil” - José Anchieta da Silva (Org.)

Luís Indriunas