13 MAR > DEBATE: Mulher, Liderança e Representatividade

 Ocorreu no IASP – SEXTA-FEIRA, 13 de Março, manhã de debates das 8:15 às 12:30

A SUB-REPRESENTAÇÃO FEMININA
NO BRASIL E SUAS DECORRÊNCIAS:

Como enfrentar os problemas atuais
e quais seriam as soluções efetivas para
o empoderamento empresarial e
institucional da Mulher no Brasil

Programa

José Horácio Halfeld Rezende Ribeiro
Presidente do IASP

A MULHER E A POLÍTICA:

a triste realidade da presença feminina no Legislativo Brasileiro, no contexto partidário brasileiro e suas  consequências genéricas.

Soluções concretas para a ausência feminina no
contexto político brasileiro.

DEBATEDORAS

Maria Garcia – Doutora e Livre-Docente pela PUC de SP. Professora Associada Livre-Docente da PUC-SP. Professora de Direito Constitucional, Direito Educacional e Biodireito Constitucional. Coordenadora do Programa de Direito Constitucional da Pós-Graduação da PUC-SP. Procuradora do Estado de São Paulo (IPESP). Membro-fundado e atual Diretora Geral do Instituto Brasileiro de Direito Constitucional (IBDC). Coordenadora da Revista de Direito Constitucional e Internacional (Editora Revista dos Tribunais). Diretora do Núcleo de Pesquisas do Instituto dos Advogados de São Paulo. Membro da Academia Paulista de Letras Jurídicas. Conselheira do IASP

Leci Brandão – Deputada Estadual em São Paulo (PCdoB), reeleita para o seu segundo mandato. Cantora, Compositora Brasileira e uma das mais importantes interpretes da MPB. Foi a primeira mulher a participar da ala de compositores oficiais da mangueira. É membro do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial. É membro também do Conselho Nacional dos Direitos da Mulher.

Célia Leão – Deputada Estadual em São Paulo (PSDB), reeleita sucessivamente desde 1990. Foi a primeira Mulher da história da ALESP a presidir a Comissão de Constituição e Justiça. Atualmente preside a Comissão de Cultura Ciência e Tecnologia. Paraplégica por acidente de automóvel desde 1974, é militante dos movimentos pelos direitos das pessoas portadoras de deficiência física. Reeleita para a sua 17ª legislatura.

Luciana de Oliveira Ramos – Doutoranda em Direito Constitucional pela Universidade de São Paulo (FD-USP). Mestre em Ciência Política pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP). Professora do Programa de Pós-graduação Lato Sensu – GVlaw. Pesquisadora do Núcleo de Justiça e Constituição da Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (DIREITO SP). Professora e pesquisadora da Sociedade Brasileira de Direito Público (SBDP). Tem concentrado suas pesquisas e estudos nos temas relacionados à diversidade gênero e nos problemas que cercam a condição feminina.

Raquel Elita Alves Preto – Doutora em Direito perante o Depto. De Direito Econômico, Tributário e Financeiro da Faculdade de Direito da USP. Especializações em Direito de Empresa (USP), em Direito Constitucional Tributário (IBDT) e em Direito do Setor energético (FGV-SP). Conselheira Julgadora do Conselho de Contribuintes do Ministério da Fazenda em Brasília, atual CARF. Diretora Secretária do IASP e Presidente da Comissão de Estudos de Tributação e Finanças públicas do IASP. Diretora da ABDF. Professora Convidada em diversos Programas e Cursos de Pós-Graduação em Direito Administrativo, Direito Tributário, Tributação Internacional e Direito Financeiro. Parecerista e Autora de livros e diversos artigos. Advogada.

A MULHER E O DIREITO:

análise crítica da participação feminina nos cargos de liderança no Judiciário brasileiro, no Ministério Público e na Advocacia brasileira e suas consequências genéricas para a sociedade.

Ações possíveis.

DEBATEDORAS

Consuelo Yatsuda Moromizato Yoshida – Desembargadora Federal do TRF 3ª Região. Mestre e Doutora em Direito pela PUC/SP. Professora de D. Ambiental na PUCSP e UNISAL/Lorena. Coordenadora da Especialização em D. Ambiental e Gestao Estratégica da Sustentabilidade e do Mestrado e Doutorado em D. Minerario Ambiental (PUCSP/Vale).   Conselheira do Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social – IDIS. Palestrante, autora de diversos artigos e obras jurídicas.

Maria Cristina Zucchi – Desembargadora do TJ-SP. Presidente  do Capítulo Brasileiro da International Association of Women Judges – CBIAWJ.   Professora Adjunta da Cumberland School of Law, Samford University, EUA, em Direito Constitucional Comparado. Diretora para a América Latina e Caribe da International Association of Women Judges- IAWJ. Conselheira do IASP.

Martha de Toledo Machado – Procuradora de Justiça Criminal do Ministério Público de São Paulo, tendo ingressado na Instituição em 1988. É membro eleita do Conselho Superior do Ministério Público, biênio 2014/2015; compôs o Órgão Especial do Colégio de Procuradores de Justiça, no biênio 2012/2013. Graduada na Faculdade de Direito da USP em 1983, é mestre e doutoura em Direito pela PUC-SP. Foi professora da Faculdade de Direito da PUC entre 1995 e 2011, lecionando Direito da Criança e do Adolescente e Direitos Humanos.

Paula Castanheira Lamenza – Promotora de Justiça do Ministério Público do Estado de São Paulo, desde 1991. Foi Secretária Executiva da 5º Promotoria de Justiça Criminal da Capital e também Coordenadora do GAERPA – Grupo especial de Repressão e Prevenção dos Crimes Previstos na Lei Anti Tóxicos. Diretora eleita da APMP – Associação Paulista do Ministério Público de São Paulo

Renata Garrido – Diretora Jurídica e de Relações Governamentais da Procter & Gamble do Brasil e membro do board de diretores jurídicos da América Latina. Conselheira do CONAR – Conselho Nacional de Auto Regulamentação Publicitária. Diretora da Abihpec – Associação Brasileira das empresas de Higiene e Cosméticos. Membro fundadora do Juridico de Saias. Autora de artigos sobre direito do Consumidor e Contratos. Associada Efetiva do IASP.

Angela Kung – Advogada especialista em Direito Sanitário pela USP-Faculdade de Saúde Pública. Mestre pela Georgetown University, Washington, DC. Membro da Comissão de Direito Sanitário da OAB/SP. Relatora do CEP UNIFESP. professora de regulação da indústria farmacêutica e pesquisa clínica, na FGV- Business School de São Paulo e IDISA.

Brunch do IASP em Homenagem ao
Dia Internacional das Mulheres

A MULHER LÍDER:

análise crítica da ausência feminina nos cargos de comando e gestão na iniciativa privada brasileira e no Poder Executivo.

Soluções.

DEBATEDORAS

Eliana Tameirão – Presidente do laboratório americano Genzyme, um dos maiores do mundo em medicamentos biotecnológicos. Formada em Biologia com especialização em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas e MBA Empresarial pela Fundação Dom Cabral. Sua vida profissional está  dedicada à indústria farmacêutica. Ingressou na Genzyme do Brasil em 1998 e assumiu a presidência da empresa em 2009. Em 2013, foi eleita uma das dez melhores executivas do País, de acordo com pesquisa realizada pelo jornal Valor Econômico, em parceria com a Egon Zehnger International.

Ana Fontes – É formada em Propaganda e em Jornalismo, com Pós Graduação em Marketing pela ESPM e em Relações Internacionais pela USP. Foi Executiva de grandes empresas (Volkswagen e Febraban). Foi uma das participantes do programa “10.000 Mulheres da FGV \Goldman Sachs” e se tornou professora desse específico programa.  É também Professora do Programa Empreendedorismo em Ação do Insper. Mentora e Jurada de várias competições de Empreendedorismo. É reconhecida especialista em empreendedorismo feminino. Fundadora da Rede Mulher Empreendedora, a 1ª e maior rede de apoio a empreendedoras do Brasil e da Natheia Coworking. É também fundadora e curadora do evento anual Virada Empreendedora, um dos maiores eventos de empreendedorismo do Brasil. Consultora do Projeto Itaú Mulher Empreendedora. Renomada Palestrante e Consultora de Marketing com vários cases premiados.

Eloisa de Sousa Arruda – Ex-Secretária de Justiça do Estado de São Paulo. Mestre e Doutora em Direito Processual Penal e Direito Penal pela PUC/SP. É Procuradora de Justiça desde 1985, tendo integrado o Conselho Superior do Ministério Público. É Professoral de Direito Processual Penal da PUC/SP, Escola Superior do Ministério Público e da Escola Paulista da Magistratura. Associada Efetiva do IASP.

Ligia Paula Pires Pinto Sica – Doutora em Direito Comercial pela USP. Professora do GVLaw. Atualmente é Coordenadora do Grupo de Pesquisas em Direito e Gênero da Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV Direito SP). Foi Coordenadora Executiva do Centro de Pesquisas Aplicadas da DIREITO SP (CPJA) de 2011 a 2014. Membro do Núcleo de Direito dos Negócios da DIREITO SP de 2002 a 2014. 

Dulce Xavier – Secretária-Adjunta da SPPM – Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres da Cidade de São Paulo. Socióloga. Ao longo dos últimos anos  tem tido intensa atuação em gestão de políticas públicas para as mulheres, tendo desenvolvido assessorias nas áreas de enfrentamento à violência doméstica, violência sexual, direitos sexuais e direitos reprodutivos.

APOIOS/ PATROCÍNIOS (até ao momento)

Advocacia Mariz de Oliveira
ECAP – Escritório Central de Apoio Profissional
Eliane Yachouh Abrão Advogados Associados
José Maria de Mello Freire (Associado do IASP)
Lacaz Martins, Pereira Neto, Gurevich e Schoueri Advogados
Leite Tosto e Barros Advogados
Machado Meyer
Márcia Dinamarco
Marcilio Tonani de Carvalho Sociedade de Advogados
Milaré Advogados
Nascimento e Mourão Sociedade de Advogados
Pacifico, Advogados Associados
Pinheiro Neto Advogados
Preto Advogados
Procter e Gamble – P&G
Reis Advogados Associados
Ribeiro, Abrão e Matheus Advogados
Rollo Duarte Advogados
Rosa Ramos
SINFAC-SP
SINSA
Souza, Cescon, Barrieu & Flesch Advogados
TESS Advogados

Parte da receita líquida auferida com o Evento do Dia Internacional da Mulher do IASP será destinada à Ong ARTEMIS.

Organização comprometida com a promoção da autonomia feminina e prevenção e erradicação de todas as formas de violência contra as mulheres, através da garantia de seus direitos e implantação de políticas e serviços que assegurem a mudança efetiva do cenário atual, em direção a uma sociedade mais justa e igualitária, inclusive por meio de produção científica e fundamentação de ações para a melhoria da qualidade de vida das mulheres em seus ciclos de vida: crianças, adolescentes, adultas e idosas, buscando assegurar-lhes o pleno exercício da cidadania. Esta ONG realiza convênios com universidades e fundações e faz a ponte entre o trabalho cotidiano da associação e os pesquisadores dos temas correlatos, propondo aprofundamento nos temas e aproximando a Artemis das melhores e mais fundamentadas práticas nos projetos realizados.

 

Posted in: